cheiro de Suflê de Chuchu

Eu ia falar sobre uma garota chata que vive no pé do meu marido, enchendo o saco com gracinhas e e-mails sem necessidades. Poderia falar também das fofocas que fazem a meu respeito ou daqueles que atacam com suas mentiras. Quem não tem um Karma destes na vida?

Como eu já não tenho mais saco pra dar corda para esse tipo de coisa... Resolvi falar sobre o Suflê de Chuchu.

Por que?

Porque lembra minha família. Lembra minha infância quando entrava em casa e sentia aquele cheirinho de gratinado que me levava as alturas, tanto na casa das minhas avós como na minha.

E estas pessoas todas, que fazem parte da minha vida, são mulheres e homens de uma garra impressionante. Minhas avós, avôs, minha mãe, pai e irmão são lutadores e, principalmente: pessoas honestas, com um caráter magnífico.


A vida, para elas, nunca se apresentou fácil e certeira, mas sempre, apesar de todas as dificuldades, vibraram com suas vitórias e aprenderam com suas decepções e perdas (e assim continuam). Mulheres e Homens que sabem reconhecer a queda e dar a volta por cima. Dificilmente perdem o sorriso, estão sempre cheios de palavras para nos confortar, muitos ensinamentos e também algum silêncio, para que nós, filhos e netos, possamos aprender com nossas próprias vivências.

Até hoje me lembro da frase que minha mãe me disse quando meu primeiro relacionamento terminou : "meu amor, a única coisa que eu queria te dar agora era a sensação que vais ter daqui um tempo, a certeza que outras pessoas viram e que o mundo não terminou aqui, mas não adianta eu falar nada disso, porque tu só vais acreditar quando viveres. Agora só posso ficar te abraçando e dizendo o que todos dizem ´vai passar´". E não é que passou? Mãe sabe tudo... Depois disso meu pai me levou até a beira do rio para falar sobre os relacionamentos e aprendizados com eles. Pai também sabe tudo... Depois a gente vai aprendendo com a vida.

Dessas pessoas com garra que vim. Nunca vi nenhuma delas derrubando alguém para subir ou ganhando algo a custa dos outros.

Para as pessoas do bem: minha alma está aberta. Para aquelas que insistem em viver na escuridão, envio: luz, paz e a receita do Suflê de Chuchu. Quem sabe o cheiro de gratinado ajuda a esquentar uns corações, como sempre esquentou o meu?

Receita tirada do Cyber Cook:
350 gr de chuchu amassado(s) 
2 unidade(s) de gema de ovo 
2 unidade(s) de clara de ovo em nevever vídeo 
100 gr de Queijo Ralado 
1 colher(es) (sopa) de margarina  
1 xícara(s) (chá) de leite 
1 colher(es) (sopa) de amido de milho 
quanto baste de pimenta-do-reino branca 
1 colher(es) (café) de sal
MODO DE PREPARO
Coloque o chuchu e os demais ingredientes no liqüificador (menos as claras) bata bem. Retire e coloque em uma vasilha e envolva as claras delicadamente.
Unte uma forma para suflê com margarina coloque nela a massa e leve ao forno quente até que você espete um palito e saia firme.

Para minha família, com amor.
FOTO: by Fabi - Marrocos, 2008

25 comentários:

  • AquilesMarchel | 9 de julho de 2011 10:24

    texto impagavel
    muito bom..
    mas tem coisas que não passam sabe...
    bom mesmo

  • SOL da Esteva | 9 de julho de 2011 11:09

    Fabi

    Por cá não há (que saiba) Suflê de Chuchu; mas cheiro a gratinados, isso sim! Aguça os sabores e o apetite.

    Mas, notável modo levas no teu texto para afirmares muitas verdades que muitas vezes teimam em passar-nos ao lado.
    E isso, Amiga, tem valor que chegue para te tecer o maior elogio.

    Bom fim de semana

    SOL da Esteva

  • * Verinha * | 9 de julho de 2011 14:50

    Uma fantástica forma de lidar com coisas que não são tão agradáveis mas que por vezes acontecem.. nada melhor mesmo que esse cheirinho delicioso.. adorei a receitinha [:)]

    Beijoquinhas super em seu coração Fabi!

    Verinha

  • Bixudipé | 9 de julho de 2011 16:39

    Sinceramente, não sei dizer se gostei mais da crônica ou da receita. -rs

    Abração; curto muito este blog!

  • Artes e escritas | 9 de julho de 2011 20:16

    Copio a receita de um suflê que é uma delícia saudável para todas as estações. Um abraço, Yayá.

  • Lia Tansini | 9 de julho de 2011 21:42

    Amiga! Que prazer em ler o seu blog. Hoje você me arrancou algumas lágrimas. Você emociona. Grande abraço!

  • Denise Oliveira | 10 de julho de 2011 08:17

    olá Fabi!
    ( adoro seu blog ^^)
    tem um desafio pra vc lá no blog,
    beijos.
    =)

  • Poeta Insano | 10 de julho de 2011 13:49

    Olá Fabi!

    Gostei da receita, tanto do souflê, quanto à receita de valorizar o que realmente é importante, família, vida, aprendizado.
    Gosto de ler sobre pessoas que são gratas e tiram o máximo do bom proveito de uma boa estrutura familiar. Isso é o melhor sinal de que a dignidade, honestidade e credibilidade dentro da família ainda existe.

    Parabéns!

    *Obrigado pelo selo, é sempre gratificante ser lembrado e presenteado pelos amigos conquistados na blogosfera.

    Um abraço!

  • Vera Lúcia | 13 de julho de 2011 09:38

    EI FABI,
    Que família linda!
    Transferiu para você os verdadeiros valores. Entre eles o de gostar de si e não dar importância ao que não tem.
    Anotei a receita para passá-la à minha assistente na cozinha, pois pouco entendo da arte de cozinhar.
    Beijos, amiga.

  • Adinês | 13 de julho de 2011 13:59

    Fabi minha linda!
    Estava até com remorso de ainda não ter vindo agradecer o carinho e buscar meu selinho.
    Cada dia me encanta mais a tua forma de escrever.
    Só assim fico conhecendo um pouco mais de ti,uma pessoa maravilhosa e sensível!
    Bjs no teu coração'
    Muitas, mas muitas saudades de vcs!

  • MARILENE | 13 de julho de 2011 21:53

    Eu sou uma negação na cozinha (rs). Mas compartilho tudo que disse quanto a valores familiares que trazem até nós o verdadeiro significado da vida. Se todos os tivessem, muitos aborrecimentos seriam evitados.

    Bjs.

  • MARILENE | 14 de julho de 2011 11:28

    Fabi

    Deixei um selinho para você no
    carinhos-meus.blogspot.com

    Fique à vontade, mas saiba que é uma de minhas eleitas.

    Bjs.

  • Nita | 17 de julho de 2011 13:13

    Belissimo texto!
    Beijinho e boa semana!

  • MARILENE | 18 de julho de 2011 20:03

    Obrigada pelo carinho, também digo. E não abandone o blog (buáa).
    Brincadeira, querida. Entendo que nem sempre onseguimos fazer tudo que desejamos.

    Bjs

  • Lu | 18 de julho de 2011 20:40

    Oi Querida!

    Tem um selinho pra você lá no Meu Abraço.

    Pega lá.

    Beijo

  • Denise Oliveira | 19 de julho de 2011 07:08

    oi Fabi,o link do desafio é esse:

    http://deniseoliveiras.blogspot.com/2011/07/desafio.html

    que bom que topou!! kkk
    :)

    Beijos!

  • Michele | 20 de julho de 2011 07:30

    Olá querido seguidor,

    Comunico que o Blog da Michele mudou de nome e caminho. Com pseudônimo registrado para assegurar meus direitos autorais em relação a textos pessoais o nome e caminho do Blog agora:

    Michele Santti
    http://michelesantti.blogspot.com/

    Igualmente o Twitter
    @MicheleSantti

    e FaceBook
    facebook.com/michele.santti

  • Dona ervilha | 24 de julho de 2011 17:08

    Ótimo. Oferecer chuchus é uma boa ideia. Adorei aqui.

  • tecas | 28 de julho de 2011 07:20

    Boa tarde Fabi! Se alguma vez li um texto comovente e terno, foi este. Uma beleza. Notável a forma como aborda um assunto desagradável ( mas que por vezes acontecem), e o tranforma numa belíssima leitura.
    Sublinho o amor fraternal:«"meu amor, a única coisa que eu queria te dar agora era a sensação que vais ter daqui um tempo, a certeza que outras pessoas viram e que o mundo não terminou aqui, mas não adianta eu falar nada disso, porque tu só vais acreditar quando viveres. Agora só posso ficar te abraçando e dizendo o que todos dizem ´vai passar´". » Mãe e pai sempre sabem...sabem o que é melhor para os filhos.:)
    Bjito em seu coração.

  • ♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal | 2 de agosto de 2011 17:51

    Passando para deixar um beijo e desejar uma semana maravilhosa, cheia de paz, amor e muita felicidade.

    Ani
    http://cristalssp.blogspot.com

  • @louco_polemico | 4 de agosto de 2011 13:24

    Muito legal seu blog.
    Eu ja havia entrado aqui antes para ler, hoje entro para seguir. Segue meu blog tb por favor.
    Se quiser trocar banners, tem lá no meu blog, é só deixar um recado que eu coloco seu banner la no meu blog.
    parabens denovo...
    http://loucopolemico.blogspot.com/

  • Nayara Borato | 1 de setembro de 2011 07:55

    Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Alma de poesia. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

  • ♥♥♥Ani♥♥♥ | 9 de novembro de 2011 10:48

    Passei pra te desejar um dia maravilhoso e para agradecer todas as vezes que você carinhosamente esteve visitando meu blog.
    Espero que volte em breve...

    Beijos
    Ani

    http://cristalssp.blogspot.com

  • Moran, andarilho | 27 de novembro de 2011 14:57

    Fabi, lindo blog, belo texto esclarecedor e autêntico. Gostei de aportar aqui... Moran

  • GUEVARESIAS | 5 de janeiro de 2012 07:09

    palabras cheina de verdade, muito lindas, bjs amiga. e feliz ano novo. bjs.